A apreensão de madeira ilegal subiu 109% comparando os números do ano passado com os de 2019. Foram mais de 45 mil metros cúbicos de madeira apreendidos no ano passado, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em 2023, os agentes da PRF também participaram de 17 ações de desintrusão de terras indígenas. Neste ano, já foram 12 ações desse tipo. Esses são alguns dos dados apresentados nessa manhã pela Polícia Rodoviária Federal para a Semana do Meio Ambiente. 

Ainda de acordo com os registros da PRF, houve também aumento de ocorrências de crimes ambientais em 62%, comparando 2023 e 2020, que é explicado pela maior atuação da polícia nesses crimes nos últimos anos.

O chefe da Divisão de Combate aos Crimes Ambientais, Marcelo David de Lima, falou ainda que a corporação irá apresentar proposta de alteração de lei penal, com punições mais severas aos traficantes de animais silvestres.

“Outro projeto significativo é a proposta de alteração do artigo 29 da Lei de Crimes Ambientais com vistas a caracterizar a figura do traficante de fauna silvestre que, até então, não recebe tratamento diferenciado no ordenamento jurídico atual, bem como compor o aumento de pena de algumas condutas ilícitas pertinentes ao tema”. 

Dia 05 de Junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, data criada pela ONU, em 1972, com o objetivo de refletir sobre a ação humana no meio ambiente e que é marcado por uma conferência mundial sobre o tema na Organização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.