Pela primeira vez, os países concordaram em fazer uma transição energética para usar cada vez menos os combustíveis fósseis. A decisão faz parte da declaração final da COP 28, que aconteceu em Dubai, nos Emirados Árabes.

O texto sugere que os países se afastem dos combustíveis fósseis de forma justa, ordenada e equitativa, acelerando as medidas nesta década.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, comemorou o resultado e disse que todos os países têm responsabilidade, mas os mais ricos devem puxar o processo.

O secretário-executivo do Observatório do Clima, Marcio Astrini, disse que, apesar da falta de termos claros, o texto indica o fim dos combustíveis fósseis. Mas fica o desafio para tirar essas promessas do papel, já que muitos países estudam aumentar investimentos nos combustíveis fósseis.

Marcio destacou também a importância da COP30, que vai acontecer em 2025, em Belém do Pará.

A declaração final da COP reconhece ainda a necessidade de reduções profundas, rápidas e sustentadas nas emissões de gases em linha com a recomendação de cientistas de limitar o aquecimento global a 1,5 grau Celsius.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.