Mais um grupo, agora de 149 brigadistas, foi enviado nesse domingo (15) de Brasília para Manaus para reforçar o combate às queimadas no Amazonas. Com o novo contingente, o governo federal quase dobra o efetivo que atua nas ações emergenciais no estado, chegando a 289 combatentes. Os brigadistas são do Ibama, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente, e do ICMBio, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Eles foram recebidos pelo secretário estadual do Meio Ambiente, Eduardo Taveira.

A Força Aérea Brasileira também doou equipamentos para o governo do Amazonas. O governo federal deve enviar ainda dois helicópteros e apoio de equipe especializada no resgate de animais, como explica Daiane Cortes, chefe de comunicação do Ibama.

Segundo o Painel do Clima, elaborado pelo governo do Amazonas, já foram registrados neste ano mais de 87 mil focos de calor na área da Amazônia Legal. Mais de 20% desses focos, ocorreram dentro do estado do Amazonas. Apesar da seca grave neste ano, o número de queimadas continua ainda menor que o registrado até esta mesma época do ano, em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.